Quem sou eu

Sol em Gêmeos, ascendente em Aquário, uma viajeira braba como diz uma amiga minha! Lua em Peixes explica por que estou te contando isso e por que, quando a razão já se esgotou eu posso me tornar tremendamente emocional.

Das coisas que fiz? Me formei em Cinema em 2006 na PUC, em Pedagogia em 2011 na UFRGS, fiz especialização em Neuropsicopedagogia, cursos livres de Arteterapia, de Escrita Criativa com vários professores diferentes e enfoques diferentes. Antes mesmo da Faculdade de Educação eu lia “Liberdade sem medo” do Alexander Neil, pesquisava sobre escolas alternativas e tinha paixão por estudar educação.

Eu tenho uma mesa, no escritório, que chamo de atelier. Tem máquina de costura, cola, tinta, lãs, tecidos de tudo que é tipo. Já fiz aquarelas, costurei bonecas, ajeitei as roupas aqui de casa. Amo trabalhos manuais, eles são um jeito de me trazer pro aqui e agora e onde tento soltar meu apego à perfeição.

Na minha mesa, onde fica o computador, minha agenda, minha caixinha pros boletos – meu arquétipo do homem sério – pendurei frases ditas por pessoas que me inspiram, coisas como: é praticando que vem a confiança; comece nos momentos menos propícios; escrita demanda enfrentamento e coragem; o feito é melhor que o perfeito.

Foi ontem que comecei a aceitar o título de múltipla. Eu não sou as coisas que faço. Eu me torno um pouco mais eu mesma fazendo as coisas que faço. Nossa sociedade nos educa – ou educava, que assim seja – para preencher “profissão” no formulário. A gente fica acreditando que tem quer SER isso.

Eu escrevo. Muito e cada vez mais e quero fazer isso até meu último suspiro, de preferência cada vez melhor e achando um caminho para que haja valor no que eu faço. Eu ministro oficinas, para crianças, jovens, educadores, sobre livros, escrita criativa, jornada do herói, cinema, histórias, criatividade.

Eu crio, quem sabe esse seja o meu melhor resumo. Eu sou criativa.